Se confundir melancia com picles…*

Desde o século XX ela é polêmica e difamada (certas vezes, injustamente). Já foi associada à bruxas, prostitutas, “desagradáveis” (nos E.U.A dos anos 20 eram os hindus, latinos, negros e músicos de jazz) e bandidos. Seus usuários já foram taxados de vagabundos, preguiçosos maconheiros, bestas enlouquecidas, marginais… Logo atribuiram comportamentos violentos ao uso da Cannabis Sativa (isso mesmo, estou falando de Ma-co-nha). Graças a tanta histeria, em 1945, a cannabis foi inscrita na Carta das Nações Unidas como “inimiga a ser combatida e seu consumo vedado nos países membros da organização” (países estes como Brasil, Venezuela e Gana).

Reprimir não reduz o consumo. Faça uma comparação entre E.U.A e Holanda (onde o consumo é regulamentado), e veja onde a demanda  disparou.

Mitos e mais mitos em torno de uma erva. Um deles diz que a maconha é consumida apenas por marginais, roqueiros e reggeiros. Se esquecem que o uso dessa droga tem sido comum nos últimos 150 anos entre escritores (leia o poema do haxixe), incluindo um dos meus favoritos que é Lewis Carrol, poetas, pintores, psiquiatras, presidentes (George Washington tinha até uma plantação própria)…

Faço minhas as palavras de William Burroughs que na década de 50 escreveu: “É lamentável que a cannabis, com certeza a mais segura das drogas psicoativas, esteja sujeita às mais pesadas sanções legais”. Que bom seria se a cultura de usar a cannabis fosse como é em Yunnan (sudoeste da China), onde ninguém vende e ninguém compra a erva, quem quiser que a colha e consuma, já que esta cresce livremente na rua, nos jardins públicos, na frente das casas. Consome quem quer, exatamente como no caso do cigarro, da cerveja, dos calmantes… Mas claro, este é só o meu ponto de vista.

O ponto de vista da OMS é esse (verdades e mais verdades sobre a maconha):

Verdades:  traz danos ao pulmão e está associada ao aparecimento da bronquite, é uma alavanca para drogas mais pesadas (mas não é o principal motivo), fumar durante muito tempo pode causar dependência, altera o ciclo menstrual, fumar durante a gravidez prejudica a criança, pode reduzir a produção de hormônios femininos e quem tem esquizofrenia que se afaste: as crises podem piorar nos pacientes que fumam.

Mais verdades:  é bom saber que não há comprovação científica de que os neurônios ficam “estragados” (não altera as funções do cérebro); o fato de um usuário partir para drogas mais pesadas está associado a N fatores e não apenas à maconha; isoladamente não causa câncer, não destrói a atenção, nem a memória e nem a capacidade de aprender; apenas fumantes “pesados” ficam viciados; não atrapalha a performance esportiva (caso fume até 3 cigarros de maconha por dia); e os homens continuam produzindo a mesma quantidade de espermatozóides (!).

“Informação liberta”, li isso em algum lugar, então, informa-se! Um bom começo é esse documentário:

*Referência à música de Cab Calloway, “The Reefer Man”.

Anúncios

Sobre Colérica

Nasci nos anos 80 - sim, sou maior de idade, mesmo que não pareça! Estudante de jornalismo (típico caso onde se prefere seguir um sonho a buscar dinheiro). Alheia a novelas, filmes cult, comidas extravagantes e palavras difíceis. Sou fascinada pelo Egito, viciada em batata frita, minha cor favorita é o amarelo e meu cabelo me odeia. Eu tinha uma gatinha, mas ela morreu envenenada. O que mais há para se falar de uma garota?Ah, quase ia esquecendo: sou irônica. O que eu espero do mundo? Menos Vogue e mais Dostoiévski, se é que me entende...
Esse post foi publicado em Artigos. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Se confundir melancia com picles…*

  1. Olá! dquerida Letícia,
    parabéns pelo o Blog.
    Admiro você pela sua inteligência.

    Beijo,
    Renatro Freitas

  2. Olá! querida Letícia,
    parabéns pelo o Blog.
    Admiro você pela sua inteligência.

    Beijo,
    Renatro Freitas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s